LOVE SONG

MENSAGENS DE AMOR

21 de jul de 2011

"Bobagem!"


O que vai além de nós...
o que está abaixo de nós...
o que quer cair em cima de nós...
bobagem!

Tudo o que murmuram por aí...
tudo o que suspiram por aí...
o quanto se rasgam por aí...
bobagem!

Todo aquele passado infeliz...
todo esse presente dos que
não encontram sua própria diretriz...
todos que não fizeram,
só disseram: "eu quis"!
bobagem!

A gente faz cara de paisagem...
é tudo miragem...
Eu e você sim!!!...a viagem!
o resto?
Pura bobagem!
Andréa Maia

Jardins


Silêncio


Así como del fondo de la música
brota una nota
que mientras vibra crece y se adelgaza
hasta que en otra música enmudece,
brota del fondo del silencio
otro silencio, aguda torre, espada,
y sube y crece y nos suspende
y mientras sube caen
recuerdos, esperanzas,
las pequeñas mentiras y las grandes,
y queremos gritar y en la garganta
se desvanece el grito:
desembocamos al silencio
en donde los silencios enmudecen.
Otávio Paz

Quando...


Deixe-me assim...


Hoje preciso regredir.
Voltar longos anos atrás.

Deixe-me assim...

Quero ouvir seu coração ainda batendo,
seu ventre me envolvendo.

Deixe-me sonhar em silêncio,
lembrando seu sorriso
curtindo o aconchego
do seu colo uma vez mais.

Deixe-me correr
pro calor dos teus braços
e fugir desse frio mundo.

E ainda que seja,
por poucos minutos apenas,
permita-me chorar de saudade.

É somente a lembrança desse amor
que agora me invade!
Andréa Maia

Quero...


"Dois"


Você tem dois olhos...
mas fecha um deles
para somente enxergar
o que bem lhe convém.

Você tem dois ouvidos...
mas tapa um deles
para escutar em "mono"
os sons dos seus temores
em um tom mais baixo,
que não te aflija.

Você tem dois braços...
mas "amputa" um deles
para só abraçar aos que
te oferecem os sonhos
convenientes.

Você tem duas mãos...
mas recolhe uma delas
somente para não estendê-la
aos que "julga"
não necessitados.

Você tem duas pernas...
poderíamos andar juntos...

Mas seus olhos não me vêem,
seus ouvidos não querem me escutar,
seus braços não desejam meu abraço,
suas mãos me soltaram no abismo
e suas pernas recuaram no meio do caminho.

Somos dois lados, como moedas...
Somos faca, somos língua...
dois afiados fios, duas doces palavras...
que cortam profundamente!!!

Sou?
Você é também...
basta voltar a ter dois olhos,
ouvidos, braços, mãos e pernas,
para começar a deixar
de julgar e se enxergar!
Andréa Maia


Aprenda...


"Efêmero"


Efêmero...
foi todo esse amor que te dei,
todo meu corpo inflamado
que sobre o teu, lancei.

Efêmero,
foi cada abraço,
cada beijo,
cada incontido desejo.

Sensações tão passageiras
de uma paixão que fugiu de mim, assim...
de forma tão ligeira.

Tantos poemas em tintas de encanto.
Hoje borradas...banhadas em pranto.

Corriqueiro mesmo esse amor...
Mas prometo! Será rápida assim,
qualquer teimosa tentativa de dor.

Foi o meu sonho que te dei.
Foi um sonho o que vivi.
E agora sei...
Efêmero mesmo foi o amor,
que de você recebi!
Andréa Maia

Alma cigana


Buraco Negro


Quando esta luz incandescente
em mim vai apagando-se
Encaro a escuridão interior
que vai crescendo...
Um vácuo enorme então se forma...
Vazio... E é ali
Que o Universo todo pode caber!

Os sentidos se abrem juntamente...
Quero as flores, as dores e odores!
Quero os sons, os tons, cinzas ou marrons!
Quero o olhar, o pulsar e também o chorar!
Quero as lágrimas - quentes ou frias!
Quero as noites sem Lua, as ruas e vias,
Vazias!

Quero preencher este vazio...
De vazios repletos!
De estrelas, planetas,
Universos e Dimensões!
Quero passe livre
no Horizonte de Eventos,
Passeando como os Ventos,
Invocados de todas as direções!

Quero vencer o Espaço-Tempo,
Ultrapassar a velocidade da Luz!
Mais que um ponto observador, intento...
A Estrela Guia que conduz!

Explodindo em raios Gama
Arremessando-me na direção de Alfa,
Preferida Estrela da Alva...
A cada segundo luz...
Expandir-me em explosão!

Quero absorver...
Sem conseguir me conter...
Ser!
Buraco Negro:
Alma e coração!
@shimadacoelho

18 de jul de 2011

Gosto...


“Gosto dos venenos mais lentos!
Das bebidas mais fortes!
Dos cafés mais amargos!
E os delirios mais loucos.
Você pode ate me empurrar
de um penhasco que eu vou dizer:
E daí, eu adoro voar!!
Não me dêem fórmulas certas,
por que eu não espero acertar sempre.
Não me mostrem o que esperam de mim,
por que vou seguir meu coração.
Não me façam ser quem não sou.
Não me convidem a ser igual,
por que sinceramente sou diferente.
Não sei amar pela metade.
Não sei viver de mentira.
Não sei voar de pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza,
não serei a mesma pra sempre".
Clarice Lispector

Estamos...


Não...

Não me convidem a ser igual,
porque sinceramente sou diferente!
"Já escondi um amor com medo de perdê-lo,
Já perdi um amor por escondê-lo...
Já segurei nas mãos de alguém por estar com medo,
Já tive tanto medo,
ao ponto de nem sentir minhas mãos.
Já expulsei pessoas que amava de minha vida,
Já me arrependi por isso...
Já passei noites chorando até pegar no sono,
Já fui dormir tão feliz,
Ao ponto de nem conseguir fechar os olhos...
Já acreditei em amores perfeitos,
Já descobri que eles não existem...
Já amei pessoas que me decepcionaram,
Já decepcionei pessoas que me amaram...
Já passei horas na frente do espelho
Tentando descobrir quem sou,
Já tive tanta certeza de mim,
Ao ponto de querer sumir...
Já menti e me arrependi depois,
Já falei a verdade
E também me arrependi...
Já fingi não dar importância a pessoas que amava,
Para mais tarde chorar quieto em meu canto...
Já sorri chorando lágrimas de tristeza,
Já chorei de tanto rir...
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena,
Já deixei de acreditar nas que realmente valiam...
Já tive crises de riso quando não podia...
Já senti muita falta de alguém,
Mas nunca lhe disse...
Já gritei quando deveria calar,
Já calei quando deveria gritar...
Muitas vezes deixei de falar
o que penso para agradar uns,
Outras vezes falei
o que não pensava para magoar outros...
Já fingi ser o que não sou para agradar uns,
Já fingi ser
o que não sou para desagradar outros...
Já contei piadas e mais piadas sem graça,
Apenas para ver um amigo mais feliz...
Já inventei histórias de final feliz
Para dar esperança a quem precisava...
Já sonhei demais,
Ao ponto de confundir com a realidade...
Já tive medo do escuro,
Hoje no escuro "me acho...
me agacho... fico ali"...
Já caí inúmeras vezes
Achando que não iria me reerguer,
Já me reergui inúmeras vezes
Achando que não cairia mais...
Já liguei para quem não queria
Apenas para não ligar
para quem realmente queria...
Já corri atrás de um carro,
Por ele levar alguém que eu amava embora.
Já chamei pela mamãe no meio da noite
Fugindo de um pesadelo,
Mas ela não apareceu
E foi um pesadelo maior ainda...
Já chamei pessoas próximas de "amigo"
E descobri que não eram;
Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada
E sempre foram e serão especiais para mim...
Não me dêem fórmulas certas,
Porque eu não espero acertar sempre...
Não me mostre o que esperam de mim,
Porque vou seguir meu coração!...
Não me façam ser o que eu não sou,
Não me convidem a ser igual,
Porque sinceramente sou diferente!...
Não sei amar pela metade,
Não sei viver de mentiras,
Não sei voar com os pés no chão...
Sou sempre eu mesma,
Mas com certeza
não serei a mesma para sempre."
Clarice Lispector

Porque...

14 de jul de 2011

"Abrindo portas"



Soturna solidão...
Pra ela hoje eu digo não!
Por sua mão...
que fez de mim, a mais feliz multidão!

Indigesta escuridão...
Pra ela hoje mostro o clarão!
Pelo seu coração...
que me fez entender que, nada foi em vão!

Paixão em brasa...
Amor em chamas...

Por nossos corpos incandescentes,
Por nossas mentes ditas indecentes,
Por nossos corações um dia, descrentes,

Por tudo que se fez...
Por tudo que ficou...
Por tudo que ainda insiste em existir...

Hoje não mais na solidão, nem na escuridão,
por essa sua mão.
Mas de minha boca grita a dúvida!
Por que se tranca no porão?
Andréa Maia

Existem...

"Madrugada feroz"



Sob a luz dessa lua imensa...intensa!
Solto o grito travado dos dias aflitos...
Espalho na madrugada o uivo
de uma fera mais do que ferida!
Sem morder...apesar de todos
os caninos cravados em minha alma.
Sem arranhar...apesar das garras fincadas
no peito que um dia abri!
Como fera que conhece as lutas "perdidas"
e ainda, sob a luz intensa, dessa luz imensa...
deito-me em minha alcova segura...
Sem mais forças para uivar!
Andréa Maia

Coração


13 de jul de 2011

Desejos de Poeta


Só quero palavras nascidas
da alma para sonhá-las em versos.
Só preciso da força
das mãos para entre a pena e o papel,
aflorar os sentimentos
que a boca não sabe expressar.
Só desejo olhos vivos
que consigam ler além das simples
palavras e que enxerguem nelas
os sonhos mais ocultos.
Só quero e só preciso de um coração
que sob qualquer tipo de dor,
ainda saiba saltar do peito em poesia,
apenas para falar de amor!
Não quero me ver poeta...
mas sim por meu próprio punho,
ser meu mais lindo poema!
Andréa Maia

Se...


"Refletida em teu olhar"




Um dia eu vi estes teus olhos...
Frente a eles temi, ao ver-me neles
refletida tão nítida e clara.

Um dia eu vi estes teus olhos...
Diante deles fugi,
ao ver-me envolvida por um brilho tão intenso!

Mas chegou o dia em que, sem teus olhos, chorei...
Quis neles me enxergar de novo , a qualquer preço ...
quis mais uma vez trazê-los para bem perto de mim ,
e vê-los novamente brilhar!

Outro dia, voltei para teus olhos!
E nesse dia, ao teu olhar por inteira, me cedi!
Para ele, me despi!

Sem medos , nem fugas...
e olhando neles, bem fundo,
eu finalmente entendi!

Te amo,
não me cego, nem mais me nego a esse amor.
Quero nestes teus olhos que ainda brilham,
refletir-me por inteira,
e no sossego deste momento,
sem nenhum destino flutuar.
E esse amor,
que nasceu com um simples olhar...
hoje é sem tempo e nem hora para acabar!
Andréa Maia

Te...


Delírio




Eu delirei...
me afoguei,
naufraguei no mar dessa paixão!

Ah! Ainda assim eu delirei...
bebi a água dessa loucura sem gritar por socorro,
sem nem pedir salvação!

E delirei ainda mais...
afundando lentamente
no profundo mar dos teus olhos,
flutuando levemente
nas margens do teu corpo,
perdendo o ar ...
e na tua boca voltando a respirar!

Ainda deliro...
mergulhando sem medo
no amor em que um dia me afoguei...
navegando ao sabor de suas correntes,
do seu sangue quente,
dessa paixão louca e quase inconseqüente!

É...deliro ainda!
Por ter seu ar para respirar,
seu corpo para me atirar,
seu amor para mergulhar,
seu coração para me aportar!

Me deixe em você .
você em mim...
só para gente, para sempre...
se amar,
e nessa loucura
paixão...
amor...
delirar!
Andréa Maia

Amor...


Aprendi a me conhecer



Aprendi a me conhecer lentamente
A mudar rapidamente.
Quando me descubro já não sou.
Nunca estou satisfeito
com que pude fazer,
com o que pude realizar.
O que pude dizer,
o que fui capaz de sentir.
Sou perfeccionista com o passado.
Protegi meus sonhos
em mantas grossas de mentiras
os ombros cobertos,
como uma criança adormecida.
Tentando escapar do frio de palavras.
Por um pequeno descuido,
um ínfimo deslize,
declarei meus segredos ao mundo.
As respostas chegaram
em forma de versos.
Atrevi a desconhecer-me
e então me reconheci.
Fernando Palma

Me...


Vida



Quando me invadem os impulsos de altivez,
orgulho e superioridade, paro e olho o mar,
a Terra e as estrelas que existem há bilhões
de anos, e entendo: Minha importância,
meu brilho, minha superioridade e meu
lugar são diminutos se comparados com
tudo aquilo. Sou poeira perante as estrelas
e um piscar de olhos diante da eternidade.
Mas se, ao contrário, me sinto pequeno
demais, percebo que a mim foi dado algo
que as estrelas não têm. Elas são
inanimadas e executam rumos fixos
predeterminados pelo Senhor da Física.
Eu, porém, tenho vida. Posso rir, cantar,
amar, sentir. Tenho uma mente e um
coração que as estrelas não têm.
Posso escolher meus rumos livremente.
AD

5 de jul de 2011

Entenda...


Doce Primavera



Claro e sereno jardim
pintado em mil cores
sobre opacas sombras
atormentadas de ontem
Irrecusável e perfeito
convite a novos amores.

Suaves e maviosos sons
da natureza a cantar
no baile dos sonhos
sem tempo e final
parceiros de doces
aromas que pairam no ar.

Luz e vida pulsantes em
obra encantada do Criador.
Primavera!
Um renascer especial de emoções.
Andréa Maia

Sou...


Sonhos e Fantasias



Ousei sonhar todos os meus sonhos e fantasias,
nessa vida construída, por esse Arquiteto Mor
que me leva às paragens da beleza,
com este amor só de realeza,
em que ouso te amar!..
Deixei todas as tristezas saírem de mim,
para encontrar, em meu jardim,
tudo o que sempre quis te dar:
Amor, sonhos e fantasias,
para com essa música te embalar!..
Sonha todos os teus sonhos,
pára, para me amar!
Ama para me fazer sonhar,
nunca esqueças que sou livre no meu contexto,
para ser apenas esta estrela ,ao luar !..
E, te amando dessa maneira,
como esta cascata impetuosa
que jorra de meu peito, de mim,
de todo o meu ser,
nada vejo a não ser o beijo que roubei,
as mãos que enlacei,
o corpo que tomei!
Ama e não deixes o pranto te invadir.
Encontraremos o caminho
que nos levará ao mundo encantado
de nossos sonhos e fantasias
que jamais serão deixados
sempre serão encontrados.
Eda Carneiro da Rocha

Olhar

"MALICIOSAS ASAS"


Tenho olhos de anjo ocultando
secretos porões e janelas de
uma incógnita alma irrequieta.

Tenho asas de anjo que se
esparramam com desejo sobre
seu leito e a vontade de um
corpo que se perde, distante
da castidade.

Tenho o sonho do paraíso,
por onde bailo entre as nuvens,
mas tenho a verdade profana,
insana da fêmea que se entrega!

Tenho o zelo divino de te cuidar
e a fragilidade humana de mulher
que sufoca carências!

Tenho a boca terna e alva de um
anjo, que sucumbe ao batom vermelho
e molha os lábios com a língua
sedutora!

Tenho o pouso suave sobre etéreas
nuvens, mas tenho a malemolência
do corpo suado que desliza sem
pudor em pelo, por seu pelos!

Tenho o prazer do sublime, mas
tenho o gozo mais divino!

Tenho os olhos, e a alma de um anjo...
mas tenho os olhos e a alma,
que agora, despida das asas e
vestida de uma deliciosa malícia,
é simplesmente, uma mulher!
Andréa Maia

Certamente


4 de jul de 2011

O Sonho...


O sonho tem um papel
mágico na vida do ser humano.
Ele representa
a esperança de dias melhores.
Ele traduz a nossa vontade
de sentir que realmente
vale a pena viver.
Há quem o considere uma utopia.
Para esses, fica a lembrança
de que as grandes invenções,
conquistas e descobertas
nasceram de sonhos considerados
loucos ou impossíveis.
Todos os nossos planos são
passíveis de se tornar realidade.
Mas, para tanto, é preciso crer
firmemente nessa possibilidade.
É dessa força que nasce a vitória.
Ninguém jamais envelhece enquanto
busca algo, alguém, ou quando
coloca um projeto em ação.
Nunca é tarde.
Sempre há tempo.
É comodo nada fazer.
É fácil criticar o insucesso alheio.
Sobretudo quando se procura pela
crítica justificar o próprio
imobilismo ou medo.
Coragem.
Esta deve ser a palavra de ordem.
Abraça seus sonhos aquele que arrisca.
É preciso aceitar desafios,
pois a falta de ousadia
enferruja nossos movimentos.
Na vida, anda-se para a frente!
Erros passados devem ser
contabilizados como proveitosas lições.
Afinal, sem tentativa e
persistência não se superam limites.
Regras do jogo…
Acredite mais em você,
caminhe na direção dos seus sonhos
e viva-os na plenitude
de quem os conquistou por merecimento.
DA

1 de jul de 2011

A...


"Sonhos de cristal"



Pequeninos olhos de criança que,
ainda fechados no ventre,
já enxergavam os mais lindos castelos.

Grandes olhos de menina que,
aflita na vida nascente,
desconhecia a tristeza das ruínas.

Imensos olhos de mulher que agora,
mais intensos e profundos,
enxergam nas pedras deixadas ao chão,
o alicerce daquele castelo um dia avistado!

E na maturidade esquecida um dia no passado,
do beijo mágico, do sapatinho de cristal,
faz o seu "hoje" o momento mais real!

Por mais que tentem,
ou até mesmo consigam destruir seu castelo,
recolha cada pedrinha, cada cascalho...
Na suavidade dos teus sonhos,
será reconstruída sua maior fortaleza!
Andréa Maia

Amar...


Deixe-me assim...


Hoje preciso regredir.
Voltar longos anos atrás.

Deixe-me assim...

Quero ouvir seu coração ainda batendo,
seu ventre me envolvendo.

Deixe-me sonhar em silêncio,
lembrando seu sorriso
curtindo o aconchego do seu colo uma vez mais.

Deixe-me correr pro calor dos teus braços
e fugir desse frio mundo.

E ainda que seja, por poucos minutos apenas,
permita-me chorar de saudade.

É somente a lembrança desse amor
que agora me invade!
Andréa Maia

Às...


"E eu te espero..."



E eu te espero...
Desde o momento de tua partida...
Esperando que o dia passe depressa
Trazendo você em mais uma madrugada.
O prazer não seria o mesmo
Se eu não fosse teu
Se não tivesse você na minha estrada.
É tudo prá mim:
Tuas mãos, lábios
Tudo que quero:
O corpo e o amor enlaçados.
Fazer o quê
Só consigo ser de você!
Marcos Sérgio T. Lopes

Sou...


"Fazer o que?"


Se os dias parecem nunca terminar,
atrasando por maldade as minhas noites
e eu aqui aflita , a te esperar.

Se me obrigo a sonhar na tua ausência,
me atirando no vazio
deixado por tuas mãos em meu corpo,
me banhando no sabor do teu beijo bom e único!

Se me deixo ir quando nasce o sol de um novo dia...
mas voltando permissiva a cada noite,
sob a luz de nossa madrinha lua,
só para ser tua...

Fazer o que?
Se esse amor que sinto tem nome...
...VOCÊ!
Andréa Maia

Sempre...


Mesmo que fosse...



Mesmo que fosse somente pelo cheiro...
Mesmo que fosse somente pelo toque...
Mesmo que fosse somente pelo gosto...
Mesmo que fosse somente pelo desejo...
Mesmo que fosse somente por amor...
Mesmo que fosse tudo isso...
Ainda assim...
seria sempre, muito mais!
Andréa Maia

Foi...


MAIS UMA LINHA


Uma poesia no livro da vida,
das horas corridas ao vento,
das memórias, amores e feridas.

Linha a linha,olhos dos momentos.
E viram as páginas de cada tempo,
doutros muros que hoje contemplo.

A distancia, lonjura dos pensamentos
ao olhar a vidraça, a chuva que cai,
a paisagem que envia a lugares distantes.

Maria Thereza Neves

Pura tolice essa minha.....


ROOOOOOMMMM