LOVE SONG

MENSAGENS DE AMOR

31 de out de 2011

Sossega, coração!



Não desesperes!
Talvez um dia, para além dos dias,
Encontres o que queres porque o queres.
Então, livre de falsas nostalgias,
Atingirás a perfeição de seres.
Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
Pobre esperança a de existir somente!
Como quem passa a mão pelo cabelo
E em si mesmo se sente diferente,
Como faz mal ao sonho o concebê-lo!
Sossega, coração, contudo! Dorme!
O sossego não quer razão nem causa.
Quer só a noite plácida e enorme,
A grande, universal, solente pausa
Antes que tudo em tudo se transforme.
Fernando Pessoa

"Desvios..."



Seguirás por outros caminhos...
Vaguearei sem rumo.
Enxergarás novos horizontes...
Verei o céu, desvanecido de estrelas.

Sonharás com teus castelos...
Amanhecerei em ruínas.
Viverás outras paixões...
Sobreviverei ao nosso fim.

E após tanto desvios,
recordarás o amor um dia vivido.
Ao passo que, deixarei para trás,
nosso tempo já tão esquecido...
Andréa Maia

"A Questão"


Você que tanto me observa...
que tanto me preserva...
Você que tanto conhece
meus perversos avessos,
e mesmo assim sempre
instiga meus recomeços!

Você que me faz
sonhar com o impossível...
você que se mostra
visivelmente "indivisível"...
que faz o coração duvidar
e a cabeça parar de raciocinar,
mas me deixa perdida,
dividida e solta no ar!

Você que me derrete no mel
das palavras sussurradas...
você que me afoga no fel
das tuas omissões tão bem guardadas...
que me preenche com teus
atos tão perfeitos,
e me esvazia com teus desacatos,
teus supostos direitos!

Você que tanto me vê sem me enxergar...
que tanto tenta se revelar...
Você que pouco diz mas cala o mundo,
que faz uma vida mudar
na estreita fração de um segundo!

Você? uma eterna questão...
Eu? resposta...
nessa eterna "matemática do amor"
totalmente suposta,
ainda esperando a solução!
Andréa Maia

22 de out de 2011

"Oferenda à lua"


Me entrego nua,
crua.

Ardo,
derreto...

Subserviente,
inconsequente...
indecente!

Minhas curvas
se projetam na parede
aumentando ainda mais
a minha "sede".

Sou corpo
à sombra de uma lua.
refletida,
despida,
tua.

Olho à minha volta...não te vejo.
E mesmo ainda, tua prenda,
alimento esse desejo
hoje meu corpo é oferenda.

Sozinha e nua,
pertenço apenas
à essa sedutora lua!
Andréa Maia

Quero um homem...



Que toque minha alma,
Que entre pelos meus olhos
E invada meus sonhos.
Quero que me possua inteira,
Corpo e alma,
Fazendo dos meus desejos
Breves segundos de êxtase
O prazer do encontro total.
Quero sentir seus braços longos
Envolvendo meu abraço,
Seus lábios mudos
Calando o meu silêncio
Sem precisar nada dizer...
Apenas me olhando
Com olhos negros e úmidos
E me tomando devagar,
Como o mar avança na praia,
Como eu sei que tem que ser
E sei que um dia será.
Cláudia Marczak

"Por teu beijo..."


...Mordo os lábios
fecho os olhos.

Sufoco antigos desejos
enterro velhas ilusões
replanto sonhos
cultivo novas esperanças...

Por teu beijo...
faço renascer
sentimentos que um dia,
deixei morrer!

Pelo desejo do teu beijo,
me permito mais uma vez...
de amor viver!
Andréa Maia

"Etérea"

Os pés nem alcançavam o chão...
as mãos tão pouco encontravam o céu.

Bastou um simples toque,
um pequeno vestígio de paixão...

...e o coração,
antes sem via e nem rumo,
acelerou.

A alma criou asas,
fez-se leve...
Voou!
Andréa Maia

As...


Há Uma Esperança



Há Uma Esperança
Que Falece No Crepúsculo

Entre a aurora e o crepúsculo
Há vida sob céu aberto
Há vida sob o sol e sem teto

Entre a criança e o idoso
Há quem vê o dia com ânsia
Há quem vê somente o dia

E ainda assim o olhar do génio
Contempla somente seu êxodo,
Seu medo que
se associa ao infortúnio.
Paulo Ramos

"Queria"


"Queria de volta cada promessa, cada jura.
Qualquer tola declaração de amor,
a mais pura.

Queria sentir de novo na língua
o gosto do primeiro beijo,
no corpo, o arrepio
do primeiro toque do nosso desejo,

No coração,
queria o susto do primeiro palpitar...
fechar os olhos e por um único momento,
me deixar levar.

Queria esquecer o sabor
amargo dos teus caminhos passados,
os nós que na garganta ficaram entalados.
O peso em meus ombros
de nossos dias sombrios...
Queria destruir
estes teus muros inabaláveis e frios.

Queria controlar o relógio do tempo
e reviver aquele nosso melhor momento.

Jogar pela janela
toda aquela angustia engolida
e deixar a saudade em um canto qualquer,
esquecida.

Queria reabrir as portas pra tentação...
reanimar essa "coisa" que bate no peito,
chamada: coração.

Me diga de verdade...
Posso querer?
Ou não?"
Andréa Maia

SER POETA


É ter a sensibilidade
da alma presa no corpo, alado,
fantasiando seus devaneios,
transportando sementes
de bem querer,
seguindo a linha do horizonte,
sempre cantando ao vento
palavras de amor.
Sem reconhecer seus limites,
segue atrelando o verbo
à luz das estrelas,
multiplicando seus sonhos
entre flores ao meio das cores,
sabendo que não vai morrer
nos versos, nas prosas,
que é o seu ser.
Schyrlei Pinheiro

13 de out de 2011

Acolhe-me...


Tipo...


Tipo raro de olhar, principalmente
nesse cotidiano feito de tanta
e desumana correria.
Leve, costuma passear por aí
sem pressa nem destino.
Atento à oportunidade de colher
o néctar de cada beleza que
encontra para alimentar o coração.

(Ana Jácomo)

Saudade...

...é quando a alma

chora a ausência e as mãos

sentem a presença...

Shirley L. Passalongo

A...




A felicidade é como uma borboleta:
quanto mais você a persegue,
mais ela se esquiva.
Mas se você voltar sua atenção
para outras coisas
ela virá pousar
calmamente nos seus ombros!
Thoreau


A...


11 de out de 2011

Desculpe


Desculpe
esses meus vinte e tantos anos,
essa minha ferrenha imaturidade,
a minha maneira estupida de ser...
De me calar,me ausentar,
quando algo me incomoda,
de não vociferar as minhas revoltas.

Desculpe
se te passo a errônea aparência
de distante ou arrogante...
É que não me permito mais
sofrer por pesadelos...
Meu tempo está entre realidade e sonhos,
não tenho mais ansiedade de carências...
Já escrevi...
Transbordo emoções...
Se engana quem acha rio...
Sou mar...

Desculpe
se nas tantas vezes cobro de Deus...
Se nas outras tantas não discuto...
Não corro atrás...
Acredito que em algum lugar da vida,
existe curvas...
Tudo se reencontra...

Desculpe
se faço do sol matizes verdes...
Por vezes o laranja me cansa...
E se não insisto em ter afetos fúteis...
Hoje eu prefiro conteúdo...

Desculpe
se envelheci e tu não te deu conta...
Se hoje converso com o vento
e conto piada para a lua...
Eu me compreendo...
Ninguém analiso...
Me falta tempo...
A vida me cobra os segundos...

Desculpe
se em algum momento eu sumi...
Com certeza estava em algum caminho,
acreditando estar feliz...
_ MAXUEL SCORPIANO _

"Dois"


Você tem dois olhos...
mas fecha um deles
para somente enxergar
o que bem lhe convém.

Você tem dois ouvidos...
mas tapa um deles
para escutar em "mono"
os sons dos seus temores
em um tom mais baixo,
que não te aflija.

Você tem dois braços...
mas "amputa" um deles
para só abraçar aos
que te oferecem
os sonhos convenientes.

Você tem duas mãos...
mas recolhe uma delas
somente para não estendê-la
aos que "julga"
não necessitados.

Você tem duas pernas...
poderíamos andar juntos...

Mas seus olhos não me vêem,
seus ouvidos não querem me escutar,
seus braços não desejam meu abraço,
suas mãos me soltaram no abismo
e suas pernas recuaram
no meio do caminho.

Somos dois lados, como moedas...
Somos faca, somos língua...
dois afiados fios, duas doces palavras...
que cortam profundamente!!!

Sou?
Você é também...
basta voltar a ter dois olhos,
ouvidos, braços, mãos e pernas,
para começar a deixar
de julgar e se enxergar!

Andréa Maia


3 de out de 2011

Meus...


Já...



"Já que não tenho o dom de
modificar uma pessoa,
vou modificar aquilo que eu posso:
O meu jeito de olhar para ela!"
(Pe. Fábio de Melo)

PACIÊNCIA



PACIÊNCIA:
O intervalo entre a
semente e a flor.
[Ana Jácomo]

Quero....



"Quero asas de borboleta
pra que eu encontre:
o caminho do vento,
o caminho da noite,
a janela do tempo,
o caminho de mim."
¬Roseana Murray ¬

Perdoar...


A...



A gente foge da solidão
quando tem medo
dos proprios pensamentos.
(Erico Verissimo)

Escolha...


Não...


‎"Não desejo encontrar
alguém que me complete,
é pouco,
mas que me transborde....”
(Carpinejar)

Quero...



Quero apenas uma pessoa
que me acorde dos sonhos
e viva comigo
a realidade do amor...
(Sirlei L. Passolongo)

Nada...


Todos...



Todos têm uma criança
alegre dentro de si,
mas poucos a deixam viver.
(Augusto Cury)

Há...




"Há instantes que a gente
se cala diante da emoção
de cada gesto que recebe,
e a gente percebe que
cada olhar, cada traço...
chega com a mesma
delícia de um abraço."

É...


No...



"No amor de uma criança
tem tanta canção pra nascer,
carinho e confiança,
vontade e razão de viver."
*Albert Einstein*

Que...




“Que o breve Seja de
um Longo pensar.
Que o Longo Seja de
um curto SENTIR.
Que Tudo Seja leve
de tal forma
Que o tempo Nunca leve."
Alice Ruiz....

Não...

De...



De que são feitos os dias?
de pequenos desejos,
vagarosas saudades,
silenciosas lembranças...
*Cecília Meireles*

E...



E a coisa mais divina
que há no mundo,
é viver cada segundo
como nunca mais...
*Vinícius de Moraes*

Viver...


A...


“... A felicidade é uma coisa boa e
tão delicada também, tem flores
e amores de todas as cores.
Tem ninhos de passarinhos,
tudo de bom ela tem, e é
por ela ser assim tão delicada. . .
que eu trato dela sempre muito bem."
- Vinícius de Moraes -

1 de out de 2011

"Em mim"


"Me escondi em tantos lugares,
de tantas coisas
que nem sabia ao certo quais eram.
Fugi do mundo que não queria,
fugi do direito de sofrer.
Me recusei entrar
por tantas portas
desconhecidas,
me tranquei em mim.
Guardei meu sorriso,
virei o rosto para o seu.
Fiz da solidão meu lugar,
para não ter mais
o trabalho de fugir.

Um dia, cercada
pela escuridão que me impus,
sob a fresta daquela porta ,
um facho de luz, uma brisa soprando.
Destranquei a porta e saí!
Vi o dia e respirei!
Sorri e percebi que
não fugia de nada, de ninguém.

Quanto tempo perdi
fugindo somente de mim!"
Andréa Maia

"Sabe Aquele Amor?




Que ainda assusta
e que faz o mundo parar ?
Amor que faz do medo, coragem?
Aquele amor que é mais do que desejo ...
Amor que um dia rimaram
com a dor e hoje é puro sabor?

Ah aquele amor!
Que jamais se disputa..
Que contra todo mundo luta!!!!
Sabe aquele amor?
Que vence a obsessão
do falso poder, do pobre
"ter por ter"
e de um mero querer?

Sabe aquele amor um dia
rabiscado na areia da praia,
e que, mesmo em letras
apagadas pelas ondas,
novamente se desenha
em forma de coração?

Sabe você?
É aquele amor que insistes
em não ver...
Esse amor...
Um dia rabiscado no passado....
Desenhado no presente...
Hoje intensamente cravado no futuro!!!!
Claro...limpo...explícito!!!

Amo e sinto!
Sinto e sei do amor!
Quem pode querer ser feliz
se não for por um sentimento
que reflete?
Que prazer tem um coração
de bater por outro
que já palpita por outro amor?

Sabe aquele amor.?...
Andréa Maia


ROOOOOOMMMM