LOVE SONG

MENSAGENS DE AMOR

11 de out de 2011

Desculpe


Desculpe
esses meus vinte e tantos anos,
essa minha ferrenha imaturidade,
a minha maneira estupida de ser...
De me calar,me ausentar,
quando algo me incomoda,
de não vociferar as minhas revoltas.

Desculpe
se te passo a errônea aparência
de distante ou arrogante...
É que não me permito mais
sofrer por pesadelos...
Meu tempo está entre realidade e sonhos,
não tenho mais ansiedade de carências...
Já escrevi...
Transbordo emoções...
Se engana quem acha rio...
Sou mar...

Desculpe
se nas tantas vezes cobro de Deus...
Se nas outras tantas não discuto...
Não corro atrás...
Acredito que em algum lugar da vida,
existe curvas...
Tudo se reencontra...

Desculpe
se faço do sol matizes verdes...
Por vezes o laranja me cansa...
E se não insisto em ter afetos fúteis...
Hoje eu prefiro conteúdo...

Desculpe
se envelheci e tu não te deu conta...
Se hoje converso com o vento
e conto piada para a lua...
Eu me compreendo...
Ninguém analiso...
Me falta tempo...
A vida me cobra os segundos...

Desculpe
se em algum momento eu sumi...
Com certeza estava em algum caminho,
acreditando estar feliz...
_ MAXUEL SCORPIANO _

Nenhum comentário:

ROOOOOOMMMM