LOVE SONG

MENSAGENS DE AMOR

13 de dez de 2011

Amor E Humildade


Nós viveremos, universo afora,
Trazendo dentro d’alma a vida acesa
No ritmo da luz da Natureza,
Que é a eterna vibração da eterna aurora.
A dor, somente a dor nos aprimora,
Nos caminhos da prova e da aspereza,
Elevando a nossa alma na grandeza
Da grande claridade redentora.
Somos os lutadores peregrinos,
Sonhando pela estrada dos destinos,
Um castelo de paz, ventura e glórias.
Sabemos do passado envolto em ruínas
Que a luz do amor e as rudes disciplinas,
São as chaves das últimas vitórias.

Raul de Leoni

Mulher Nua


Desnudei o pré-conceito
Vesti o que a meu ver é o direito
Desatei as amarras da minha vida
Peguei o leme da minha biografia
Caminhei pela rua
Envolta em véus
Regada pela lua
Vi surgir meus passos
Selecionando as pedras
Onde o pisar firme
Podem alcançar objetivos
Ainda que sofridos
pelo tempo perdido
Mas livres dos atropelos
Aguardando o sol
Que vem surgindo
No horizonte não mais longínquo
Esperando as vestes
De braços fortes
Coração ardente
Em redigir uma nova página
De um anjo chamado mulher
Edificando Nua em Poesia!

Tânia Ailene

Por teu beijo...


...Mordo os lábios
fecho os olhos.

Sufoco antigos desejos

enterro velhas ilusões
replanto sonhos
cultivo novas esperanças...

Por teu beijo...

faço renascer
sentimentos que um dia,
deixei morrer!

Pelo desejo do teu beijo,

me permito mais uma vez...
de amor viver!

Andréa Maia

COMO UMA ONDA...


Você vem e não vai
Vai e não fica
Fica e não sai
Sai e não leva

Leva e não agarra
Agarra e não cai
Cai e não quebra

Quebra e não cola
Cola e não cuida
Cuida e não vê

Vê e não toca
Toca e não sente
Sente e não ama
Ama e não vem

Vem e...
transtorna
as cicatrizes
da areia

Heleida Nobrega

Fonte


Fonte...
Um dia, divino alimento...leite!
Outro dia, profana entrega...deleite!

Fonte...
Que alimentou a fome inocente...
Que saciou a sede indecente!

Fonte...
Que embalou doces sonos...
Que despertou picantes sonhos!

Fonte...
Aonde a inocência suave
de um filho bebeu...
Aonde o desejo do amor mais intenso,
alguém um dia viveu!

Fonte...
Um vale...entre dois montes.
Que da inocência
ou da pior incoerência,
deu vida aos inocentes
e aos indecentes.

Fonte...
Eterna flor...
Um Seio-flor,

Beija-flores...
Aonde bebem suavemente
o néctar de tudo
o que é mais lindo
e que se chama amor!

(Andréa Maia)

"Não se atreva..."


Nem pense em invadir
à força meus sonhos.
Que te baste meu corpo,
meu desejo.

Nem sonhe em dividir
comigo vida ou gavetas.
Me falta espaço...
em certos momentos me falta o ar
e preciso muito respirar.

Não deseje ser meu dono.
Gosto de abrir a porta e sair.
Sem tempo nem hora pra voltar.
Às vezes até sumir.

Por favor,
não desenhe nossos nomes
em nenhum infantil coração.
O tempo maduro amarela as páginas,
apaga os escritos.
Faz esquecer o que na verdade,
nunca foi dito.

E antes que eu me esqueça,
não se atreva a falar de amor.

Fiquemos com essa paixão
e nada mais.

Nos faz bem essa nossa
solitária e distante vida,
tão em paz!

Andréa Maia

"Eu sei..." "Eu sei..."


Sim, eu sei!
Não precisa me lembrar.
Fui eu.

Eu que disse não pro meu próprio coração.
Eu que , com meu "faro" de sofrimento,
fechei as portas ao sentir no ar o
cheiro de uma nova desilusão.

Eu sei! Fui eu.
Não me lembre disso a toda hora.
As recordações de nossos dias se encarregam
disso, sem nenhuma demora.

Será que errei quando não me fiei apenas
no valor de um grande amor?
Desculpe-me, mas precisava de
muito mais ao nosso redor.
E para que não fique nenhum resquício de dor,
quem sabe assim, não tenha sido melhor?

Posso não lembrar de datas ou
de algumas palavras ditas.
Mas são eternas a marcas tatuadas,
no corpo, na alma e no coração escritas.

E para nunca mais de mim, eu me perder,
por tantas coisas que relevei
mas, não consegui esquecer...
Te dei adeus...sem direito a "não"
Te dei adeus, sem nenhum perdão!

Andréa Maia
Zilca Tricerri

Quando Amo...


Quando amo,
Sou sentimento preciso
Palavra incisiva

Sou corpo em entrega.
Sou coração desvairado
alma inquieta, desperta.

Sou olhos fechados
porta aberta!

Sou relógio parado
ponto de partida
Sou sem lar,
sem hora pra voltar.

Passional,
quase louca...
Irracional.
Quando amo sou isso.

Mulher de direito e avesso...
que sem qualquer receio
de perda ou de dor
por esse turbilhão de amor ,
paga o devido preço!

Andréa Maia

Caminhando...


Distância!
Triste e rápido caminho
para se chegar ao esquecimento...

Esquecer!

O verbo mais doloroso
a ser conjugado em qualquer tempo...

Prefiro estar perto.

Lembrar e seguir a seu lado.

Mas se apesar de tudo,

sua ausência inevitável for,
tomo o atalho da vida
deixando para trás
na trilha do meu Adeus
toda lembrança
e qualquer distância.


O tempo

em seu sábio momento,
se encarregará de aplacar a dor!

Andréa Maia

1 de dez de 2011

Novos Tempos


Descalça
Sem lenço nem documento
Livre para voar
falar... viver...
Sem rédeas
nem amarras...
Em busca do meu Eu
Da minha paz interior
Do meu auto controle...
~*~
Procuro respostas
Nem sempre as encontro...
Encaro desafios
De peito aberto
Desato nós
E guardo mágoas
Infelizmente.
~*~
Não sou perfeita...
Bem longe de ser...
Apenas uma mulher
Que está aprendendo
com os baques da vida
~*~
Agora bem mais madura...
Sem tempo para perder...
Correndo atrás
do que realmente importa
E quem merece
~*~
Que busca incansavelmente a felicidade
E luta com todas as armas...
Para ver o sorriso de quem ama...
E a certeza que estou no caminho certo!
Rosana Lima
http://www.relatosdeamor.com.br/novos_tempos.htm

Simplesmente Mulher


Hoje acordei diferente
No modo de ser, na maneira de acordar...

Tem dias...
Ah, Deus meu... Tem dias...
Em que eu daria tudo por um colinho,
Um chameguinho,
Um motivo para querer
ficar ali mais um pouquinho...

E então,
tive vontade de escrever...
Falar de saudade,
De muita, de pouca...
Saudade!!!

Na verdade, hoje
Eu queria alguém
a quem pudesse abraçar,
E que quisesse
me abraçar também.

Porque abraço gostoso é assim...
Dois têm que querer.
Hoje eu queria mais
que abraçar sozinha,

Porque sou assim...
Sou calma, sou dócil, meiga,
sincera, risonha e positiva,
Posso encontrar alegria
em coisas bem pequenas
Sou sensível nas minhas emoções...

Faço questão de respeito,
De ser tratada direito
Sou fã de lealdade,
da sinceridade, da fidelidade.

Eu sou assim,
Sou isso que você vê...
Sou alguém que ama,
Que sente desejo.

Sou simplesmente mulher
Rosalva Rela
http://www.relatosdeamor.com.br/simplesmente_mulher.htm


ROOOOOOMMMM